Loading...

Frio em Punta del Este

Conhecer Punta del Este no inverno foi uma aventura.

A cidade estava vazia e com a maioria dos restaurantes/ bares fechados. Todo o fervor que existe no período de Dezembro a Fevereiro estava adormecido. Mesmo assim, deu para conhecer lugares bacanas por lá. Fiquei hospedada no Hotel Florinda, muito bem localizado e próximo de tudo. Mesmo com frio e céu nublado, a pedida foi caminhar, caminhar e descobrir tudo o que a cidade tinha para mostrar. Comecei pelo Puerto de Punta del Este, passando pelo Yatch Club (que estava fechado), o Farol, o Centro Metereológico e a Igreja Candelaria.

Segui pela Playa de Los Ingleses, com seus modernos edifícios, até a Playa Brava, onde está localizado o Monumento al Ahogado (popularmente conhecido como La Mano), do escultor chileno Mario Irarrazabal. Abaixo, o monumento todinho para mim e uma praia vazia.

O almoço foi em um restaurante chamado Los Caracoles, com direito a cerveja Patrícia e vacio (mais conhecida como a carne fraudinha no Brasil).

No segundo dia contratei um passeio pago e fui de van, pela Savelli Turismo, até o bairro La Barra para fazer o famoso City Tour pela casa dos famosos no bairro de Bevelly Hills. De lá, parti para a Casapueblo, o momento de maior brilho da viagem. Com o estilo arquitetônico das ilhas gregas, o local é um misto de hotel, restaurante e museu do artista Carlos Paez Vilaró. Além de espetacular por fora, por dentro o ambiente conta com obras de arte do artista, poesias espalhadas pelas paredes, pinturas (até o banheiro é maravilhoso), um café e restaurante. A varanda também conta com muitas obras de arte e uma vista maravilhosa. Como estava fazendo muito frio, não consegui aproveitar tudo que o espaço tinha a oferecer. Finalizo o post com as lindas fotos do lugar que ainda vou voltar para apreciar um belo pôr do sol.

Talvez você goste

Sem Comentários

Deixe sua mensagem