Loading...

Pati por Cassia Pires

Este lugar lhe levará a uma aventura de tirar o fôlego e te guiará para a mais emocionante viagem que qualquer ser humano deveria se permitir: a trilha do Vale do Pati.

Escolha um roteiro de acordo ao seu condicionamento físico; contrate um guia experiente; reserve a hospedagem antes de sair de casa e evite levar peso desnecessário para os passeios.

vale-do-pati4

Separo aqui algumas dicas do que levar:

  1. Água, frutas e alimentos leves;
  2. Tênis ou botas para caminhada e chinelos;
  3. Roupas leves, roupas de banho, casaco e calças para noites frias;
  4. Capa de chuva;
  5. Repelente;
  6. Mochila;
  7. Protetor solar;
  8. Lanterna e pilhas extras;
  9. Cajados para trilhas com subidas e descidas íngremes;
  10. Remédios e itens pessoais.

Para chegar ao paraíso, deve-se seguir de carro pela BA 142, entrar por estrada de chão até o Povoado de Guiné (33 km), próximo dos municípios de Mucugê e Andaraí, para só então começar a caminhada que tem duração de aproximadamente 5 a 6 horas até as “casas” pousadas do Vale. Obs: esta distância vai depender do seu ponto de partida.

Como sugestão de abrigo tem a Casa de Dona Raquel – Tel. (75) 33387058 e  Facebook – Delicioso café da manhã e Jantar R$ 95,00 a diária, sorriso no rosto e uma simplicidade encantadora.

vale-do-pati1

Para que a viagem pelo Pati seja mais proveitosa, é preciso permanecer por no mínimo três dias e não deixar de visitar o Morro do Castelo que, por seus caminhos de pedra que desafiam a gravidade, dá acesso a Gruta do Morro do Castelo (ao atravessá-la, após 30 min. de ida e vinda pelo interior da gruta, é possível ver o vale lá do topo). Um local que lhe dá uma sensação de quão insignificantes são os bens duráveis diante da natureza que se serve gratuitamente a nós.

 
vale-do-pati
vale-do-pati1

O ideal, é fazer a trilha nas temporadas de verão, pois o clima está mais temperado e os rios e cachoeiras mais abastecidos. Um bom atrativo neste período é o Rio Pati que encontra-se pelos percursos das trilhas, a Cachoeira do Funil com suas várias quedas d’água e o maravilhoso Poço da Árvore. Lembrando que não acaba por aí, para desfrutar dos vários outros atrativos do Pati, é preciso dispor de tempo e melhores condições físicas.

vale-do-pati3

Outras opções de passeios: Gerais do Rio Preto, Cachoeira do Calixto, Igrejinha, Fenda da Prefeitura, Cachoeira do Degrau e outros. Vale ressaltar que esta trilha é considerada uma das mais completas do Brasil, pois dispõe de várias modalidades, além de comunidades nativas que ajudam a preservar o meio ambiente, tem um alto grau de dificuldade e difícil acesso. Advertindo que todo o lixo produzido durante o percurso deve ser recolhido e carregado do vale, lembrando que quem o fizer estará descumprindo a lei.

 Maiores Informações: Facebook do André Pereira  / Telefone: (75) 3338-7058

Texto escrito por: Cássia Pires

Talvez você goste

Sem Comentários

Deixe sua mensagem